Pin
Send
Share
Send


Ele clima refere-se a condições do estado da atmosfera que influenciam uma determinada área. O uso diário do termo, em geral, está vinculado à temperatura e o registro ou não de precipitação (chuva, neve, etc).

Embora, às vezes, o clima seja usado como sinônimo de tempo, esses conceitos não têm o mesmo significado. Tempo refere-se à situação de fatores atmosféricos que atuam em um horário específico e em uma determinada região. Por exemplo: “O clima em Buenos Aires é quente, com uma temperatura, no momento, de 27º”, “Gostaria de saber como está o tempo em Acapulco, pois daqui a algumas horas chegaremos à cidade e gostaríamos de passar a tarde na praia”.

O clima, por outro lado, é um informação focado em um período mais longo, de pelo menos três décadas: “O clima da minha região é subtropical, com muita chuva durante o verão”, "O aquecimento global gerou um aumento acentuado da temperatura e um novo clima caracterizado pela alta umidade".

É chamado de clima, por outro lado, um certo ambiente social com características indivíduos que o definem: "O clima político está bastante convulsionado hoje, após a renúncia do presidente e de seus ministros", "O clima intelectual na cidade não pode ser subestimado".

Outros usos da palavra clima estão ligados à área de Globo terrestre que está localizado entre dois paralelos e ao medida de superfície usado no campo agrícola que indicava 60 pés de lado (ou seja, cerca de 290 metros quadrados).

Poluição ambiental e mudanças climáticas

Ao longo do século XX, a temperatura média de nosso planeta aumentou 0,6 graus devido a diferentes atos de negligência pelo ser humano. Da mesma forma, estima-se que, até o ano 2100, em comparação a 1990, o aumento será de 5,8 graus e o nível médio do mar suba para 88 centímetros, fato sem precedentes nos últimos mil anos.

Essas alterações climáticas trarão doenças de um tipo infeccioso, como os tropicais, já que as condições serão mais do que adequadas para que se espalhem, mesmo no norte da Terra. Foi anunciado, pela Organização Mundial da Saúde, que a malária e a dengue, entre muitas outras doenças transmitidas por insetos, proliferarão perigosamente devido à mudanças de temperatura e precipitação.

A concentração de gás como o CO2 na atmosfera é muito perigoso e, desde 1750, cresce 31%, devido a atividades humanas, como o desmatamento e, principalmente, a queima de combustíveis fósseis.

Da mesma forma, a redução das camadas de gelo e neve foi de 10% desde o final dos anos 60 e a temperatura da superfície do oceano aumentou de forma preocupante. Se isso continuar a piorar, as consequências serão fatais; o mar provavelmente inundará vários países, ocorrerá mega tsunamis que destroem tudo em seu caminho, além de uma epidemia de cólera e envenenamento pelo consumo de mariscos.

Tudo isso pode ser evitado com uma redução drástica nas emissões de gases como o CO2, causando junto com a atmosfera o efeito estufa mencionado acima. Outra das principais fontes de poluição É a incineração de resíduos, pois emite substâncias de alta toxicidade. Com essa ação, as pessoas estão transformando nosso planeta em uma armadilha mortal, sujando o ar, a água e os alimentos, que podem acabar sendo venenos mortais.

Vídeo: Marco Rodrigues - O Tempo (Abril 2023).

Pin
Send
Share
Send